Trabalho home office, você está preparado?

 

Tradicionalmente exercida por profissionais autônomos, a prática do home office vem ganhando espaço e conquistando cada vez mais as empresas que estão investindo, nessa modalidade de trabalho, como forma de reduzir custos e também gerar produtividade. Isso porque a realidade mudou e o que antes era impensável, pode, agora, ser a oportunidade de quebrar barreiras e garantir alguns benefícios, entre eles mais satisfação e retenção dos colaboradores.

 

Mas para que a prática seja bem-sucedida, tanto empresa quanto colaborador precisam estar preparados para a nova tendência. Do lado corporativo, as companhias têm investido em políticas de home office, com um programa estruturado, contemplando cargos, áreas e departamentos, além de forte mudança cultural. Já do lado do colaborador, cabe ao profissional estar atento à nova realidade e preparar-se, adequando seu ambiente familiar para receber a nova atividade.

 

De acordo com pesquisa realizada pela SAP Consultoria, em mais de 200 empresas nacionais e multinacionais, de diferentes segmentos e regiões do País, alguns setores têm investido mais no trabalho remoto, como a área de Tecnologia da Informação, com mais de 19%; seguida pelo setor de Pesquisa e Desenvolvimento, com 15%; e químico/petroquímico/agroquímico, bens de consumo, eletroeletrônico, metalúrgico, entre outros.

 

Nesse novo cenário, trabalhar remotamente requer alguns cuidados, e a organização e disciplina são as palavras-chave, em home office. E para ter melhor desempenho, confira algumas dicas que facilitarão sua nova rotina:

 

  • Defina o espaço dentro do lar que será a sua “estação de trabalho”. Desta forma, você livra-se das distrações espalhadas pela casa.
  • Elabore uma rotina básica, otimizando seu tempo, para que seu trabalho renda mais.
  • Evite que os problemas domésticos interfiram em seu trabalho. Estabeleça com os familiares algumas regras, ou códigos, que sinalizem que você não pode atendê-los a todo momento.
  • Faça pequenas pausas, durante o trabalho. Mas atenção para não desviar-se e perder o foco. Aproveite o momento para retomar o fôlego e ampliar o nível da produtividade.

É tempo de planejar!

 

Com a chegada do novo ano, naturalmente, surgem novos planos e projetos a serem conquistados. Para boa parte dos profissionais, representa a abertura de um novo ciclo de vida, de novas ideias, da oportunidade de fazer diferente. Terminada a euforia da passagem de ano, é chegado o momento de parar e refletir sobre em quais  pontos se deseja evoluir. Colocar no papel a lista de metas a serem cumpridas pode ser um ótimo exercício, ainda mais porque 2016 será um ano com muitas atividades no Brasil – carnaval, em fevereiro; olimpíadas, em agosto; e, eleições municipais, em outubro.

 

Mas, para conquistar a mudança efetivamente, é necessário mudar velhos hábitos e padrões, quebrar alguns paradigmas e ousar. Seja iniciar uma atividade esportiva, fazer a viagem dos sonhos, mudanças profissionais ou qualquer outra meta, o mais importante é aproveitar a sensação de recomeço provocada pelo início do ano e se desafiar. É preciso esforço e atitude, além de saber priorizar alguns planos para alcançar as finalidades com mais eficácia.

 

E para dar mais ânimo e disposição para alcançar os novos objetivos, a Santillana Brasil oferece anualmente aos seus colaboradores uma festa especial de confraternização. Em 2015, a empresa apostou numa celebração para mais de 950 pessoas, com o tema Desenho Animado. Como resultado, funcionários mais motivados e dispostos para os próximos 12 meses.

 

O ano de 2016 já está no ar, e seja com o objetivo em um projeto pequeno ou

grandioso, invista em práticas que o ajudarão a planejar suas metas: 

 

O poder da negociação

 

A todo instante as pessoas negociam, mas sequer se dão conta disso. A arte de negociar vai muito além das tradicionais propostas dos vendedores. Seja no trabalho, com os amigos, ou com a família, a vida é um constante exercício de negociação. E essa competência, é hoje, uma habilidade imprescindível, em qualquer área de atuação, especialmente para aqueles profissionais atentos e que buscam a evolução na carreira.

 

Porém, saber negociar exige atenção, capacidade de argumentar e empatia. Para alcançar bons acordos, mais do que intuição é preciso dominar algumas técnicas, com o objetivo de obter resultados vantajosos para ambos os lados. Por meio de diretrizes que privilegiem a ética, transparência e comunicação é possível, por exemplo, impor limites, conseguir oportunidades profissionais, menos retrabalho, segurança para dizer não, facilidade de relacionamento com a equipe, entre outros benefícios.

 

E para aprender e se aperfeiçoar na arte da negociação, confira algumas dicas que podem ajudar, com excelentes resultados.

 

  • Defina seus objetivos: essa fase é muito importante, por isso, antes de iniciar a negociação, estabeleça as metas que tem em mente e qual a sua ordem de importância.

 

  • Saiba ouvir: dê a oportunidade para a outra pessoa falar, pois, dessa forma você terá informações suficientes para argumentar e expor sua ideia. Controle a ansiedade, transmita tranquilidade e, especialmente, saiba ouvir o seu interlocutor.

 

  • Preocupe-se com a comunicação: utilize linguagem simples e adequada para cada situação. Fale sem exageros e, o mais importante, seja sincero, evitando tom mais agressivo ou elevar a voz.

 

Ceda para conquistar: é importante pensar em que áreas pode ser mais flexível e, se for preciso, ceda. Em contrapartida, ofereça outras compensações, para que sejam vantajosas também para você. 

A hora de celebrar!

 

É chegada a época de celebrar as conquistas, aprendizados e aprimoramentos, no ambiente profissional. O fechamento de um ano é sempre muito simbólico, pois, com a aproximação das festas corporativas, os profissionais têm a oportunidade de avaliar seu desempenho e, mais do que isso, comemorar as conquistas do período.

 

Mais do que celebrar com uma festa bonita, regada de ingredientes especiais, as festas corporativas são o fechamento de mais um ciclo de trabalho e dedicação, que pode e deve ser comemorado com muita alegria. Muitos colaboradores encaram as festas como o momento de extravasar, porém, este encontro também é a oportunidade para estar junto a equipe, aos demais colegas e até mesmo, com os superiores, e deixar a sua marca e o seu comprometimento com os desafios do próximo ano.

 

E com a chegada do recesso de final de ano, o momento é ideal para refletir sobre as metas que farão a diferença, como também a chance para avaliar todos os esforços empenhados, colocar na balança os erros e acertos e, naturalmente, estar mais próximo de todos aqueles que contribuíram para o seu sucesso. Por isso, aproveite para agradecer o apoio, a parceria e o comprometimento da equipe. Divirta-se, e Feliz 2016!!! 

Faça o dinheiro trabalhar pra você!

 

 

O ano de 2015 está chegando ao fim e, assim, as temíveis contas começam a preocupar. É natural que, com a chegada do 13º salário, a maior parte das pessoas queira comprar presentes, investir numa viagem ou, ainda, reservar esse valor para pagar as dívidas. Mas há, porém, outras formas de aplicar recursos extras, e não necessariamente apenas os conquistados com o 13º.

 

Isso porque, com disciplina e foco, é possível utilizar o dinheiro de forma consciente e, o melhor, gerando lucro. A partir de qualquer valor extra que apareça, seja um trabalho freelancer, ou um adicional com o qual não contava, o melhor caminho é investir! Para isso, deve-se considerar alguns fatores determinantes para o sucesso dessa empreitada: suas crenças em relação ao dinheiro.

 

Sobre esse assunto, o autor Gustavo Cerbasi revela de forma contundente, no livro Dinheiro – o Segredo de Quem Tem, que muitas vezes as pessoas seguem alguns padrões de comportamento herdados da família e de relacionamentos, e acreditam que enriquecer é difícil. Para ele, existe uma fórmula para a abundância financeira, composta da seguinte maneira: 

 

 

E se depois desta leitura você ficou mais animado para poupar e ver seu dinheiro prosperar, veja mais algumas dicas:

 

  • Seja disciplinado, evite compras por impulso e, sempre que possível, corte gastos supérfluos. Desta forma, com qualquer valor sobrando, já é possível aplicar na poupança.
  • Converse com seu gerente bancário e procure se informar, antes de optar por um investimento. Existem boas opções, como CDB, poupança, fundo de renda fixa ou títulos públicos.
  • Só aplique o dinheiro depois de definir os objetivos financeiros e estipular prazos para alcançar as metas.